Vamos falar um pouco sobre seguro viagem?

 
Comumente vemos pessoas planejando suas férias, porém esquecem um detalhe muito importante: o seguro viagem! Você já parou pra pensar na relação risco x retorno deste tipo de seguro? Vamos tentar ajudar nessa conta.
Uma viagem (seja ela internacional ou nacional) está cercada de pequenos riscos e é isso que queremos que você perceba.
 
Problemas com os vôos, extravio ou perda das bagagens, despesas jurídicas em caso de algum problema, despesas farmacêuticas, envio de documentos e os tão temíveis custos com Despesas Médicas e Hospitalares, Morte e Invalidez.
Quando escrevemos todos estes riscos, fica mais claro e fácil comparar a necessidade de contratar um seguro que atenda às suas necessidades, e cá pra nós, apenas você sabe definir isso.
 
No mercado há diversas opções de seguro viagem e formas diferentes de contratá-los. As mais utilizadas são as oferecidas gratuitamente para clientes de determinados cartões de crédito, desde que alguns custos sejam vinculados a estes cartões. Isso funciona? Sim, com certeza funciona! Onde estão os riscos? Nesse ponto, sugerimos que avalie muito bem a apólice gerada pela companhia e entenda como o seguro funciona em caso de necessidade de acionamento.
 
Mas então quais são os pontos que devo me atentar ao contratar um seguro? Vamos tentar ajudar com essa resposta:
 
1 – Verifique as coberturas do seguro e seus limites máximos de indenização. Este ponto é extremamente importante pois nele está sua segurança ao utilizar o seguro. Os seguros mais básicos possuem coberturas de 25 ou 30 mil dólares para viagens internacionais. Você sabe quanto custa um único dia de internação no país que você vai visitar? Leve isso em conta e escolha um plano adequado ao seu perfil.
 
2 – Como é feito o acionamento do seguro? Preciso ligar para um número no Brasil? O atendimento é em minha língua nativa? Tenho algum custo para entrar em contato?
 
3 – O seguro se responsabiliza por eventuais ocorrências ou tenho que arcar com as despesas e pedir reembolso? Neste caso pedimos sua atenção. Seguros que atendem através e reembolso dependem de sua disponibilidade em pagar o serviço no local utilizado, portanto verifique a disponibilidade de seu cartão de crédito para efetuar estes pagamentos ou tenha o valor em espécie (procure saber as regras atuais sobre valores transportados em viagens).
 
4 – Conheça bem cada cláusula de seu seguro. Verifique as exclusões, solicite a quem te vende o seguro, as informações sobre o mesmo. É dever de seu corretor de seguros te informar as diferenças entre as diversas seguradoras e seus planos oferecidos.
 
5 – Custo. Aí é que vem uma conta que pouca gente faz… Já parou pra pensar quanto custa sua viagem e quanto o seguro representa em relação ao todo? Muitas pessoas gastam 10, 15 mil dólares em passagens aéreas e estadias, mas não pagam 200 dólares de seguro. As vezes pagamos 1500, 2000 dólares em ingressos de parques de diversões mas não gastamos 10% desse valor em seguros, porque não entendemos como fundamental…. até precisarmos dele. Pense bem nisso, avalie com cautela e tome sua decisão, não há certo ou errado nesse ponto, apenas o que você decide como a relação risco x retorno que quer pra sua viagem. 
 
Quer tirar dúvidas ou fazer alguma pergunta a respeito? Deixe sua mensagem! Teremos prazer em responder. 
 
Grande abraço a todos e ótima viagem!
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *